Tudo começou na micro informática com a criação dos processadores, componentes capazes de realizar algumas tarefas em sequência automaticamente. Basicamente para poder realizar estas tarefas, o processador realiza uma ordem de ações que são:

  • Ler códigos (números) que estão gravados em outros componentes chamados memórias ROM. Estes códigos ficam gravados em uma lista sequencial na ROM;
  • Interpretar estes códigos e traduzi-los para alguma outra tarefa que o processador deve realizar em seguida;
  • Realizar a tarefa que foi lida e traduzida nas etapas 1 e 2;
  • Depois de realizada a tarefa o processador reinicia o ciclo de leitura dos códigos na memoria ROM pegando o próximo código da lista.

A lista de tarefas (instruções) que o processador pode realizar depende do modelo do processador. Mas esta tarefa pode ser, por exemplo, guardar (salvar) um número em memórias internas do processador chamadas “registradores”, ou pode ser somar 2 números que foram salvos em registradores do processador, ou pode ser mudar a sequencia de leitura dos códigos da memória ROM, passando a ler os códigos em um ponto (endereço) diferente daquele que seria o próximo da lista.

Um Microcontrolador é um componente que integra um processador, a memória ROM, a memória RAM e alguns outros componentes chamados periféricos, dentro da mesma caixinha preta (chip). Iremos falar bem mais da memória RAM e dos periféricos nas sessões à frente.

A criação do Microcontrolador possibilitou a utilização da fantástica capacidade de processamento dos computadores, em uma escala muito menor, para realizar algumas tarefas mais simples, mas que são importantíssimas em varias áreas da nossa vida moderna.

Neste momento eu estou utilizando um computador para escrever através de um processador de texto. Esta tarefa não pode ser realizada por um microcontrolador de forma eficiente. Por outro lado o computador possui os mesmos blocos básicos que o microcontrolador, processador, memória ROM, memória RAM, periféricos. O microcontrolador por sua vez está presente no alarme de sua residência, na máquina automática onde você prepara seu café, no sistema que controla a mistura de combustível do seu carro, no controle da lavagem da máquina de lavar roupas. E muito mais poderia ser citado aqui para provar a importância destes componentes maravilhosos.

O Arduino é um projeto que visa a uniformização de hardware e software na utilização dos microcontroladores. Este projeto foi inicialmente criado em 2004 e foi extremamente bem sucedido porque possibilitou a utilização do poder dos microcontroladores por pessoas sem formação de engenharia ou grandes conhecimentos técnicos. Eu acredito que é um bom ponto de partida para entrar no mundo da eletrônica e dos microcontroladores, já que possibilita a criação de projetos bem interessantes vencendo algumas etapas do processo como o projeto da placa em si, e dessa forma o projetista pode se concentrar no projeto de software onde normalmente fica a criação ou a propriedade intelectual.

Mas eu acredito também que vencida esta etapa inicial de contato com os microcontroladores, onde ficam normalmente os “hobbistas”, não é muito difícil para um estudante mais aplicado e interessado, passar para outra etapa onde ele irá dominar o projeto inteiro do sistema, criando as suas próprias placas e utilizando bibliotecas de software mais eficientes e profissionais. Assim este “hobbista” irá se tornar um profissional valorizado no mercado de trabalho, com possibilidades de colocação tanto nas indústrias como em empresas de engenharia. As grandes vantagens do total domínio dos sistemas com microcontroladores são a otimização de tamanho e custos dos projetos, aplicações mais amplas e customização do projeto dificultando as copias.

Recentemente foi criado um termo novo, Internet das coisas (IoT – Internet of Things) para descrever o fenômeno previsto para um futuro não muito distante em que todas as “coisas” vão estar conectadas na internet. Por “coisas” entende-se desde geladeiras, fogões, lâmpadas até seu animal de estimação. Eu não apostaria todas as minhas fichas neste “futuro”, mas em todo caso não custa nada nos prepararmos um pouco. Acontece que os microcontroladores serão a base, juntamente com os periféricos wireless, desta nova tecnologia. Eles se encaixam perfeitamente nesta ideia, já que são compactos e capazes de realizar funções diversas como leitura de sensores, armazenamento de informação, cálculos e comunicação.

Mas digamos que o publico em geral não “compre” a ideia da IoT e ela cai no esquecimento, mesmo assim o que iremos aprender neste curso já é e será de muita importância em aplicações do nosso dia a dia. Além das aplicações já citadas, temos os seguintes exemplos:

  • Registro de dados remotos (temperatura, umidade, pressão) –
  • Controle de acesso em estabelecimentos –
  • Brinquedos inteligentes –
  • Automação de processos industriais –
  • Robótica –

O mercado de trabalho é muito bom para um técnico com domínio completo das capacidades de utilização dos microcontroladores. Não é necessário ser um engenheiro para poder ter este domínio, só é preciso ser interessado e persistente que o conhecimento necessário será obtido. No inicio vai parecer que tudo é muito difícil de entender já que os resultados nem sempre podem ser visualizados de forma fácil, por exemplo quando você programa o microprocessador fazer uma conta de soma e o resultado não é o esperado, o que você pode fazer se todo o processo aconteceu em menos de 0,001 segundo e dentro do coração do microcontrolador onde ninguém consegue ver o que esta acontecendo. É preciso ter certa imaginação para resolver estes problemas, mas depois que você resolver algumas vezes (mesmo que leve algum tempo) você vai adquirir experiência para usar a mesma solução em vários outros problemas parecidos.

Este curso é voltado para estudantes de curso técnico em eletrônica ou similar, embora nada impede que uma pessoa que não esteja cursando um possa participar. Durante o curso será exigido algum conhecimento especifico de lógica de programação e números binários e hexadecimais, mas nada que o aluno não consiga achar facilmente em própria internet.

Em determinado ponto do curso o aluno irá achar interessante adquirir uma placa básica de arduino, as especificações mínimas serão passadas durante o curso. Eu sugiro que o aluno faça uma busca na internet para encontrar uma boa oferta. No site do Mercadolivre é possível encontrar placas por volta de R$50,00, mas como tudo que se compra pela internet deve-se tomar o máximo cuidado nesta compra, certificando-se se o vendedor tem boas avaliações e se ele aceita troca em caso de defeitos.

O curso mistura a parte teórica e prática para que o aluno possa permanecer interessado durante seu decorrer. O aluno será estimulado a pensar e encontrar soluções para os problemas propostos já que para alguns deles a solução será dada em aulas futuras.

O curso completo é dividido em 3 módulos com 10 aulas em cada modulo.

  • Funções básicas;
  • Funções avançadas;
  • Projeto final;

O objetivos de cada módulo é bem distinto. O aluno que finalizar o primeiro módulo terá domínio de todas as funções do arduino e poderá fazer seus próprios programas simples.

Ao final do segundo módulo o aluno já será capaz de apresentar os resultados de seus programas em uma tela de caracteres de cristal liquido (muito comum em máquinas automáticas de café, por exemplo). Também irá aprender a fazer algumas trocas de dados com um computador via porta serial e rede.

No projeto final do terceiro módulo, o aluno irá escolher entre construir um controle industrial de processos (CLP) ou um controle de movimentos de um braço robótico.

Se você gostou e se animou, mãos a obra e bom curso.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s