Olá pessoal.

Nesta aula prática vamos explicar passo a passo todo o programa blink que usamos na última aula para fazer o LED da placa Arduino Uno piscar.

Ao abrir o programa blink na IDE do Arduino vemos no inicio do programa uma área de texto mais claro como a seguir:

aulap3_1

Esta é uma área de comentário do programa, ou seja, não tem código de programa nesta área. A área de comentário sempre começa com os caracteres /* e termina com os caracteres */. O compilador ignora todo o texto que está dentro desta área e serve para o programador colocar alguma explicação sobre o programa. Existe outra forma de comentário para ser usado em apenas uma aula. Neste caso o comentário inicia com os caracteres // e termina no final da linha.

A próxima parte do programa é a seguinte:

aulap3_2

Nesta parte do programa temos duas rotinas ou funções. A primeira chama-se “setup” e é executada apenas uma vez quando a placa é energizada ou quando o botão de reset é pressionado. Logo antes da função temos uma linha de comentário explicando o que a função faz. Sendo um comentário você pode alterar ou até mesmo apagar esta parte do programa que ele vai funcionar do mesmo modo. Minha recomendação é que você deixe como está ou acrescente mais algum comentário para facilitar sua compreensão.

A linha que diz “void setup() ” é a definição da função. É onde fica definido o nome da função, os parâmetros de entrada da função e o tipo de variável que a função retorna. A palavra “void” (vazio) diz que a função não retorna nenhum valor de saída. O que está dentro dos parênteses define quais os parâmetros de entrada da função, que neste caso também não existem.

A parte do programa que efetivamente irá rodar no microprocessador está dentro da parte entre { e }. Temos então dentro da função apenas uma linha de comentário e uma linha de instrução que é :

pinMode (13, OUTPUT) ;

Esta instrução irá dizer ao microprocessador para definir seu pino de entrada/saída número 13 como uma saída. o pino 13 é onde está ligado o LED da placa Arduino Uno.

A outra função “loop”, diferentemente da função “setup”, permanece em execução indefinidamente.

A primeira instrução desta função é:

digitalWrite ( 13, HIGH) ;

Esta instrução escreve o estado lógico 1 no pino 13 de saída do microprocessador e faz acender o LED da placa.

A próxima instrução é :

delay ( 1000 );

Esta instrução pede para o microprocessador não fazer nada durante o tempo definido no parâmetro  dentro do parênteses. Neste caso 1000 milisegundos que equivale a 1 segundo.

A próxima instrução vai escrever o estado lógico 0 no pino fazendo o LED apagar.

E por fim mais uma instrução de delay com o mesmo tempo 1 segundo. Ao final desta ultima instrução o microprocessador recomeça a execução das instruções dentro da função “loop”, e este ciclo fica se repetindo até que a energia seja desligado ou o botão de reset seja pressionado.

Este é um programa muito simples mas que já introduz alguns conceitos importantes para o prosseguimento deste curso. Eu sugiro que você aluno acompanhe as aulas teóricas para ter o máximo aproveitamento no curso.